APRESENTAÇÃO

Bem-vindos ao Teatro de Ferro!

O  Teatro de Ferro surgiu  em 1999. Criado inicialmente como um rótulo para as criações de Igor Gandra e Carla Veloso, o projecto foi evoluindo gradualmente para a condição de estrutura profissional de criação.
A escolha deste nome – Teatro de Ferro – pressupõe uma noção de matéria primordial, resistente e ao mesmo tempo mutável,: este processo de transformação continua a inspirar-nos.
O trabalho da Companhia tem sido desenvolvido no campo do teatro de e com marionetas e objectos. Concebemos a nossa prática numa lógica de investigação em que a marioneta tem assumido um valor matricial, nas suas hibridações possíveis, tentadas e tentadoras.
As relações, do corpo-intérprete com o objecto manipulado e a implicação de cada espectador na construção desta relação, são linhas de reflexão transversais à prática artística do TdF.
Os espectáculos realizados devem ser inscritos nas formas teatrais e dramatúrgicas que colocam a palavra num plano de igualdade em relação a outras linguagens. A promoção da dramaturgia contemporânea portuguesa é um traço caracterizador do nosso projecto artístico, pelo que a companhia tem trabalhado principalmente com textos originais de autores portugueses.
O TdF tem vindo a alcançar públicos heterogéneos. As parcerias improváveis, a procura de contextos alternativos aos circuitos das artes do espectáculo, a intensa actividade itinerante, a criação destinada aos mais jovens e os projectos de acção cultural são os nossos gestos mais claros, assim afirmamos este desejo plural de partilha.

O Teatro de Ferro tem sido apoiado, desde 2003, pelo Ministério da Cultura/Direcção-Geral das Artes.

[en]


Print pagePDF page
Loading